Após realizar mais de 50 cirurgias gratuitas em Porto Velho, Operação Sorriso retornará à cidade em dezembro

Cento e catorze pacientes foram triados e 1026 consultas e exames laboratoriais gratuitos foram realizados

2.jpg

A Operação Sorriso, maior organização médica voluntária do mundo, fechou sua quarta missão em Rondônia na última semana, de 12 a 17 de fevereiro, quando 59 pacientes foram operados, passando por 77 procedimentos cirúrgicos para correção de lábio leporino e fenda palatina. Neste período, 114 pacientes foram triados e mais de 1026 consultas e exames de laboratório foram realizados.

A missão de Porto Velho contabilizou 43 retornos de pacientes que já haviam sido operados nos programas anteriores da Operação Sorriso no estado e 71 novos casos. Os atendimentos e procedimentos foram resultado do trabalho de 64 voluntários da ONG, entre eles brasileiros de diversas regiões do país, além de pessoas vindas da Suécia, Honduras, Paraguai, Equador, Jordânia, Dinamarca e Venezuela.

“A participação do Instituto Kaleo, que promove programas de voluntariado em locais de vulnerabilidade social, foi o diferencial dessa missão pelo atendimento de mais de 173 pessoas dentre pacientes da Operação Sorriso e pacientes internados no Hospital Santa Marcelina.  Foram 326 procedimentos  como obturações, extrações, e outros realizados pelos  mais de 20 voluntários dentistas locais que estiveram lá  durante a semana cirúrgica”, explica Ana Stabel, diretora executiva da Operação Sorriso.

Uma grande mudança verificada neste evento foi  o perfil dos pacientes, que em anos anteriores apresentava predominância de adolescentes e adultos e desta vez, devido ao trabalho prévio de pré-cadastro pelo aplicativo da ONG, se inverteu, com 75% de crianças de até 12 anos. Das mais de 86 destas crianças que passaram pela triagem de pacientes, 46  foram operadas. Segundo a diretora da organização, o número não foi maior porque muitas não apresentaram um bom quadros de saúde para os procedimentos. “No decorrer da semana alguns adoeceram ou, ao confirmarmos os exames, também não estavam aptas para a cirurgia”, completa Ana Stabel.

A parceria com a Energia Sustentável do Brasil (ESBR), Usina de Jirau foi decisiva para a realização da missão e já assegurou a volta da Operação Sorriso à cidade em dezembro de 2018.

O retorno à Porto Velho aconteceu também devido ao apoio de empresas como Azul Linhas Aéreas, Johnson&Johnson, White Martins, Abbvie, Alfacomputer, Aumund, Bbraun, Bradesco Seguros, Associação Citi Esperança, Comerc, Comunicare Consultoria de Comunicação, Cristália, Day Pharma, DHL, F/Nazca S&S, Hasbro, Icatu Seguros, Infobip, Kinoplex, LDS Church, Mundotraduz, Paris Filmes, Pepsico, Rastru, Rei do Malote, Rotary Club - Chácara Flora, Seteco, Schivartche Advogados, Way Models, Voltália, BNDES, Copel e Approach Comunicação.

A Associação Brasileira de Cirurgia Crânio-Maxilo-Facial (ABCCMF), Projeto Genoma, Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Secretaria de Estado da Saúde/Sesau e Hospital Santa Marcelina são parceiros institucionais da organização. Veja a lista completa no site www.operacaosorriso.org.br.

 

Sobre a Operação Sorriso

A Operação Sorriso é a maior organização médica voluntária do mundo. Reúne profissionais de 60 países para ajudar exclusivamente a pessoas nascidas com deformidades faciais, especialmente lábio leporino e fenda palatina. Em quase 35 anos de trabalho, já transformou a vida de mais de 240 mil crianças pelo mundo.

No Brasil, as ações tiveram início em 1997 e já foram realizados mais de 99 mil exames e avaliações especializadas e mais de 5,2 mil cirurgias em doze estados brasileiros.

Só em 2017, a organização realizou mais de 3,6 mil avaliações médicas e ultrapassou o número de 170 cirurgias. Tudo gratuitamente, devolvendo a dignidade, funcionalidade e autoestima para milhares de pacientes.

 

Para ajudar

Quem quiser ajudar pode fazer doações em dinheiro (que facilitam compras em grande quantidade): http://www.operacaosorriso.org.br/index.php/get-involved/doacao-financeira/

Doações para Operação Sorriso podem ser feitas direto em conta:

Associação Operação Sorriso do Brasil

CNPJ: 08.691.563/001-85

Banco Itaú – 341

Ag: 8729 C/C: 23082-4

Comunicar depósito através do e-mail: contato@operationsmile.org

Relatórios financeiros disponíveis no site (http://www.operacaosorriso.org.br/index.php/operacao-sorrisoquem-somos/financeiro/)

As empresas também podem apoiar a Operação Sorriso com recursos financeiros, humanos ou contribuições em espécie ou através de parcerias corporativas.

“Toda criança que nasce com deformidade facial é nossa responsabilidade. Se nós não cuidarmos dessa criança, não há nenhuma garantia de que outra pessoa o fará.”

- Kathy Magee, cofundadora e presidente da Operação Sorriso